Merkel defende concessões ‘dolorosas’ por nova coalizão e nega perda de autoridade

Publicado por

A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu no domingo concessões “dolorosas” que ela fez ao Social Democratas (SPD) para assegurar um quarto mandato e disse que a crescente crítica entre os conservadores não era um sinal de que sua autoridade esteja perdendo força.
2018-02-09t112112z-913560722-rc17407bca00-rtrmadp-3-germany-politics

Questionada se ela planejava preparar um sucessor para liderar os conservadores na próxima eleição, Merkel disse que queria que a geração mais nova do seu Democratas Cristãos (CDU) preenchesse postos em uma nova coalizão com o SPD.

Leia mais sobre a Alemanha

Em uma entrevista à emissora pública ZDF, ela comentou o crescente descontentamento entre os conservadores sobre sua decisão de dar ao SPD o poderoso Ministério das Finanças.

“Entendo a decepção”, disse Merkel.

“E agora nós precisamos mostrar que podemos começar um novo time”, acrescentou. “Nós temos seis postos ministeriais para preencher e do meu ponto de vista, nós precisamos assegurar que não sejam consideradas apenas pessoas com mais de 60 anos, mas também os mais jovens.”

Leia mais notícias sobre Política Internacional

Fonte: G1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s